Dendê

Dendê, dendê
Lalaela, lalaela

Levou rasteira
Balançou, caiu no chão
Se perde a cabeça
Também perde a razão

Pro capoeira
Que não joga, só estranha
Pois acredite
Se bater também apanha

O capoeira
Já nasce natural
Com manha e malicia
Não seja artificial

Quando treinar
Ponha na consciência
Seja capoeira
Não viva de aparência

No jogo duro
Com malícia e com mandinga
Olho no olho
Cuidado, mantenha a ginga

Questa voce è stata pubblicata in Dendê e contrassegnata con . Contrassegna il permalink.

Lascia un commento

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione / Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione / Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione / Modifica )

Google+ photo

Stai commentando usando il tuo account Google+. Chiudi sessione / Modifica )

Connessione a %s...