Lamento do berimbau

Berimbau chorou
Chorou de lágrima
Chorou de lágrima
Chorou de lágrima

Berimbau chorou de lágrima
Por causa de uma nação
Só Deus sabe o sofrimento
Que o negro teve na escravidão, berimbau chorou

Negro deu volta ao mundo
No berimbau se agachou
Berimbau viu tanto sofrimento
Que até o arame se quebrou, berimbau chorou

A amargura e tristeza
Na senzala de sinhá
Gunga, médio e viola
Estavam ali pra consolar, berimbau chorou

Berimbau chorou de lágrima
Castigo de uma nação
Sé Deus sabe o sofrimento
Que o negro teve na escravidão, berimbau chorou

Berimbau chorou de lágrima
Uma lágrima sentida
Adeus mano velho
É hora da despidida, berimbau chorou

Questa voce è stata pubblicata in Lamento do berimbau e contrassegnata con , . Contrassegna il permalink.

Lascia un commento

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione / Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione / Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione / Modifica )

Google+ photo

Stai commentando usando il tuo account Google+. Chiudi sessione / Modifica )

Connessione a %s...