Senzala

O Negro de hoje em dia
Vem na roda , seu doutor.
É o mesmo que sofria.
Os maus tratos do feitor

O canto é da senzala.
E quem cantou pra não chorar.
A luta é gingada
E nasceu pra libertar.

A cabaça, o arame e aquele pau
O seu instrumento berimbau
Avisando que é hora de lutar

Ê, ê, ê, camará
Aruanda, aruanda, aruandê
Ê, ê, ê, camará
Olha joga menino Que eu quero ver
Ê, ê, ê, camará
Olha cante Adilson Que eu quero ver
Ê, ê, ê, camará

Antes que esfrie meu corpo
morto em algum lugar
Meus ossos se retirem
Façam armas pra lutar

Buscando a liberdade
E o direito de viver
Mesmo que a realidade
Só os filhos venham ter

A farinha, a pimenta e o feijão
Tão poucos afirmam que está bom
Enquanto eles comem caviar

Ê, ê, ê, camará
Aruanda, aruanda, aruandê
Ê, ê, ê, camará
Olha joga menino Que eu quero ver
Ê, ê, ê, camará

O Negro de hoje em dia
Vem na roda , seu doutor.
É o mesmo que sofria.
Os maus tratos do feitor

O canto é da senzala.
E quem cantou pra não chorar.
A luta é gingada
E nasceu pra libertar.

A cabaça, o arame e aquele pau
O seu instrumento berimbau
Avisando que é hora de lutar

Ê, ê, ê, camará
Aruanda, aruanda, aruandê
Ê, ê, ê, camará
Olha cante menino Que eu quero ver
Ê, ê, ê, camará

Antes que esfrie meu corpo
morto em algum lugar
Meus ossos se retirem
Façam armas pra lutar

Buscando a liberdade
E o direito de viver
Mesmo que a realidade
Só os filhos venham ter

A farinha, a pimenta e o feijão
Bem poucos afirmam que está bom
Enquanto eles comem caviar

Ê, ê, ê, camará
Aruanda, aruanda, aruandê
Ê, ê, ê, camará
Olha joga menino Que o povo quero ver
Ê, ê, ê, camará
Aruanda, aruanda, aruandê
Ê, ê, ê, camará
Olha joga menino Que o povo quero ver
Ê, ê, ê, camará

——————

Olha aqui minha gente venha ve
Capoeira agachando pra jogar

Berimbau vai alegre camandando
A luta que nasceu pra liberta

Capoeira
O e Capoeira
Capoeira
O e Capoeira
Capoeira
O e Capoeira
Capoeira
O e Capoeira

Olha eu sei que o trabalho honra homem
mais prefiro ser desonrado

Trabalhar pra dar quem não trabalha
é viver é morrer sem ser honrado

Capoeira
O e Capoeira
Capoeira
O e Capoeira
Capoeira
O e Capoeira
Capoeira
O e Capoeira

O trabalho que é vida pra homem
desse mundo so tras tristeza e dor

Trabalhando morrendo os irmão negro
era sempre ao viver do seu senhor

Capoeira
O e Capoeira
Capoeira
O e Capoeira
Capoeira
O e Capoeira
Capoeira
O e Capoeira

—————-

Quando eu estou zangado
Capoeira vou jogar

Vou jogar na Capitães
Capoeira esta la

Capoeira é Brasileira
e nasceu pra liberta

Capoeira é Brasileira
isso eu posso prova

Capoeira Brasileira
Brasileira Capoeira

Capoeira Brasileira
Brasileira Capoeira

Capoeira Brasileira
Brasileira Capoeira

Quando eu estou zangado
Capoeira vou jogar

Vou jogar la na Farol
Capoeira esta la

Capoeira é Brasileira
e nasceu pra liberta

Capoeira é Brasileira
isso eu posso prova

Capoeira Brasileira
Brasileira Capoeira

Capoeira Brasileira
Brasileira Capoeira

Capoeira Brasileira
Brasileira Capoeira

Quando eu estou zangado
Capoeira vou jogar

Vou jogar la na Republica
Capoeira esta la

E o Mestre Ananias
o berimbau vai tocar

Capoeira Brasileira
Brasileira Capoeira

Capoeira Brasileira
Brasileira Capoeira

Capoeira Brasileira
Brasileira Capoeira

Questa voce è stata pubblicata in Senzala e contrassegnata con , . Contrassegna il permalink.

Lascia un commento

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione / Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione / Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione / Modifica )

Google+ photo

Stai commentando usando il tuo account Google+. Chiudi sessione / Modifica )

Connessione a %s...