Vou embolar

Vou Embolar Eu vou cantar vou embolar pra voçe ver
Eu vou cantar vou embolar pra voçe ver (coro)
Eu vou cantar vou embolar pra voçe ver
Que nem tudo que e planta
Tem a musica tem a arte
Tambem tem a poesia
Pra puder sobreviver
Tem o sorriso da criança
Que sorre com esperança
De puderse educar,
De ter alimentação
E uma casa pra morar
E o meu povo minha creença
E minha fé que sempre aumenta
E cultura popular
Coragem do Nordestino
Quem caminha sem destino
Para vida melhorar
É poesia do Nordeste
Fala dos cabra da peste
De Ontonio Conselheiro Virgulinho Lampião
Fala da fome da seca Nas entranhas do Sertão
Eu vou cantar vou embolar pra voçe ver… (coro)