Waldemar da Paixão

Waldemar da Paixão
Quando escuto o berimbau tocar
Me dá um vazio no peito
Coração começa a chorar

Waldemar já deixou a terra
Nínguem pode ficar no seu lugar
Deus que lhe dê uma boa glória
Para que possa descansar

Waldemar dentro do seu barracão
Preperando os berimbaus para pintar
as cores que ele usava
Todo mundo queria comprar

Mestre João Grande e João Pequeno
Falam bem do Mestre Waldemar
Diziam que nas rodas do cais
O seu canto não podia faltar

Waldemar foi um grande cantador
Pra tocar eu não quero nem falar
Se alguém lhe chamava para uma roda
Nosso Mestre ia vadiar

Annunci

Canto Há Muitos Anos

Eu já canto há muitos anos
Eu faço letra e melodia
A letra é meu passado
E melodia o dia a día
Cantador gritou na roda
A moça logo arrepia
Está me prendendo com os olhos
Já lançou sua magia
O berimbau está tocando
Eu fico procurando
Eu não sei sé comigo
Ou com o moço aqui do lado
Ôh moça se for comigo
Vou dizer dessa maneira
Que não tem rede nem gaiola
Que prenda o capoeira
A moça logo chorou
E eu não pude te entender
Minha mãe também chorou
No dia em que foi me ter
Ôh moça não chores mais
Porque chorar é muito sério
Quero ver quem vai chorar
Quando eu for para o cemitério

Os Olhos que Falam

Pelo brilho dos teus olhos
Eu já sei quem é vocé
Quando se gosta de verdade
É preciso entender
Tudo que acontece fora
Faz dentro entristecer
Sempre existe neste mundo
Alguém para te esperar
Seja no meia do deserto
Ou na imensidão do mar
Sei que um dia em meu caminho
Os olhos vão me enxergar
Eu sei que os olhos mentem
Mas uma dia vão confessar
O amor é arriscado
Sempre traz complicações
Pode levar o capoeira
Num túnel da ilusões

Sem Capoeira Eu Não Vivo

Sem capoeira eu não posso viver
Sou peixe fora do mar
Passarinho sem voar
Dia sem escurecer

Sem capoeira eu não posso viver
Sou peixe fora do mar
Passarinho sem voar
Dia sem escurecer

Mesmo rastejando vou
Agacho pra jogar
Peço ao berimbau que toca
E a Deus pra me olhar

Sem capoeira eu não posso viver
Sou peixe fora do mar
Passarinho sem voar
Dia sem escurecer

Posso ficar sem comer
Nem água eu beberei
Sem capoeira não fico
Porquê se não eu morrerei

Sem capoeira eu não posso viver
Sou peixe fora do mar
Passarinho sem voar
Dia sem escurecer

Peixe fora da água morre
O dia tem que escurecer
E eu sem capoeira
Não sei o que fazer

Sem capoeira eu não posso viver
Sou peixe fora do mar
Passarinho sem voar
Dia sem escurecer

Passarinho sem voar
E eu sem capoeira
Passarinho bate asa
Eu fiquei nessa tristeza

Sem capoeira eu não posso viver
Sou peixe fora do mar
Passarinho sem voar
Dia sem escurecer