Archivi tag: Mestre Mão Branca

Tempo que não volta atras

Na Bahia de outrora De mestre Pastinha, mestre Waldemar Ladainhas de angola Onde o canto me faz recordar No tempo que era tão bom onde eu queria viver Conhecer toda mandinga Toda malicia o também o saber ai ai ai … Continua a leggere

Pubblicato in Tempo que não volta atras | Contrassegnato , | Lascia un commento

Cordão de ouro

Quebrou pra São Caetano Um caso que sucedeu Besouro Mangangá Que trabalhou e não recebeu Não queria estar não Na pele do patrão Nem ver o que Besouro faz Com a cabeça, os pés e as mãos Cordão de ouro, … Continua a leggere

Pubblicato in Cordão de ouro | Contrassegnato , | 1 commento

Meu Orgulho

O meu orgulho é ver meu mestre jogar Quando ele joga é aquela euforia Ver tanta gente querendo chegar Oh essa é a minha alegria (O meu orgulho) (Coro) O meu orgulho é ver meu mestre jogar Quando ele joga … Continua a leggere

Pubblicato in Meu Orgulho | Contrassegnato , | Lascia un commento

Besouro preto

Em Santo Amaro, pelas bandas da Bahia, Besouro era Falado, pela sua valentia. Nego Valente, forte como um Touro, Usava brinco de ouro, lenço preto ao pescoço, Fazia seu berimbau uma navalha no Bolso. Besouro Preto, Foi falado la na … Continua a leggere

Pubblicato in Besouro preto, Santo Amaro | Contrassegnato , | Lascia un commento