No Porão do Navio

Viajei em alto mar no mar
história de um navio negreiro
em alto mar

CORO

Ontem em serra leoa
hoje jogado no porão
dentro de um navio negreiro
no meio da escuridão

CORO

Não sei o que de mim vai ser
só deus sabe o que fará
vi meus irmaos acorrentados
jogados vivos no mar

CORO

ouço o grito das crianças
suas maes acorrentadas
no chão coberto de sangue
do chicote que estalava

CORO

Homens negros como a noite
grandes guerreiros sagrados
hoje navegam pelo mar
como miseros escravos

CORO

Essa é a triste história
de um povo sofredor
dentro de um navio negreiro
que o tempo não apagou

CORO

Annunci