Se berimbau tocar

Se Berimbau tocar tu me chama
o meu corpo precisa de dancar

CORO:
Se Berimbau tocar tu me chama
o meu corpo precisa de dancar

Por que o Negro trabalha como um cao
em defeza de um pedaco de pao
O governo nao liga pra ninguem
e os amigos que eu tinha foi se embora

Se Berimbau tocar tu me chama
o meu corpo precisa de dancar
o meu corpo precisa de dancar

CORO

A desigualdade e general
tem muleque pedindo no sinal
Pai de familia rasga o licao
em defeza de um pedaco de pao
e a crianca que chora sem mamar
e a ainda sinto saudades de Angola

Se Berimbau tocar tu me chama
o meu corpo precisa de dancar
o meu corpo precisa de dancar

CORO

Ainda arde la dentro o peito meu
sinto saudades de querido de Deus
do santurgy de acupe morador
outro bamba que a historia enterrou
e com ele Pastinha de Angola

Se Berimbau tocar tu me chama
o meu corpo precisa de dancar
o meu corpo precisa de dancar

CORO

A desigualdade e general
tem muleque pedindo no sinal
Pai de familia rasga o licao
em defeza de um pedaco de pao
e a crianca que chora sem mamar
e a ainda sinto saudades de Angola

Se Berimbau tocar tu me chama
o meu corpo precisa de dancar
o meu corpo precisa de dancar

CORO

Ainda arde la dentro o peito meu
sinto saudades de querido de Deus
do santurgy de acupe morador
outro bamba que a historia enterrou
e com ele Pastinha de Angola

Se Berimbau tocar tu me chama
o meu corpo precisa de dancar
o meu corpo precisa de dancar

CORO

Ansia de libertade

Capoeira ê, capoeira
Capoeira ê, camará

CORO:
Capoeira ê, capoeira
Capoeira ê, camará

O negro que foi pego a covardia
Chorava na senzala ao lembrar,
Da sua casa, mãe mulher e filha.
Da vida sofrida que levava lá
Capoeira

Capoeira ê, capoeira
Capoeira ê, camará

CORO

Marcado com ferro em brasa feito gado,
No pescoço corrente para não fugir
Mas o dia de fuga já estava marcado,
O meu deus me ajude a encontrar Zumbi.
Capoeira

CORO

Capoeira ê lélé, capoeira
Capoeira ê, camará

La na mata foi ligeiro como o vento,
Sua anciã de liberdade que o guiou,
Sera que deus ouviu o seu lamento,
Pois a mão de Zumbi nesta noite ele apertou.
Capoeira

CORO

Capoeira ê lélé, capoeira
Capoeira ê, camará

Eu ainda não sei como há tanta beleza,
Nesta terra que já fez tanto sofrer
Nesta terra que se fez a capoeira
Nesta terra que escolhi para viver.
Capoeira

CORO

Capoeira ê lélé, capoeira
Capoeira ê, camará

CORO